Conference paper Open Access

Análise da correlação entre a qualidade da água e a configuração da paisagem em múltiplas escalas na bacia do rio Piracicaba – MG

Santos, João Pedro; Macedo, Diego R.

O objetivo deste trabalho foi de analisar a relação entre a qualidade da água e a configuração da paisagem em três diferentes escalas de análise espacial na bacia do rio Piracicaba (MG): subbacia, ripário e local. Os parâmetros da qualidade da água selecionados foram: nitrogênio amoniacal, fósforo total, sólidos totais e turbidez. Esses dados foram obtidos de treze estações de monitoramento de janeiro de 2017. Por meio da análise de regressão linear múltipla foi verificada a influência das seguintes variáveis sobre os parâmetros: métricas de paisagem (área total da classe – CA, número de manchas – NP, densidade da mancha – PD, densidade da borda – ED e Índice da forma da paisagem – LSI), classes de uso e cobertura da terra (vegetação natural, floresta degradada, uso agropecuário e área não vegetada), topografia, precipitação e localização dos pontos das estações. Os modelos que apresentaram os maiores valores de R² (ajuste do modelo) foram aqueles obtidos na escala local. As variáveis que mais demostraram relação significativa entre os parâmetros foram as classes de uso e cobertura da terra: “área não vegetada”, de forma positiva, e “vegetação natural”, de forma negativa, assim como, as métricas CA e LSI. Isso indica que as áreas com maior ocorrência de vegetação natural funcionam como um filtro para a hidrografia. A proteção das zonas ripárias merece atenção da gestão territorial das paisagens, pois ela garante o funcionamento de seus diversos serviços ambientais, como a qualidade e produção de água e a preservação da biodiversidade.

Files (646.0 kB)
Name Size
2019-ANPPAS.pdf
md5:62917d88080248d5f2d7e57c2c0199f3
646.0 kB Download
17
15
views
downloads
All versions This version
Views 1717
Downloads 1515
Data volume 9.7 MB9.7 MB
Unique views 1515
Unique downloads 1414

Share

Cite as