Journal article Open Access

Associativismo e greves: carroceiros e cocheiros em Manaus (1884-1925)

Kívia Mirrana de Souza Pereira

Discute-se no presente artigo as múltiplas dimensões que articulam o universo do trabalho com as vivências urbanas de carroceiros e cocheiros, inquirindo acerca de suas condições de vida, trabalho e mobilizações na cidade de Manaus. Entre os anos de 1884 – 1925, os trabalhadores realizaram treze greves que revelam a sua atuação no cenário político e urbano. Acreditamos que por meio da exposição de suas manifestações, podemos contribuir para que a história social do trabalho na Amazônia continue sendo debatida no âmbito universitário que visa dialogar e mostrar os trabalhadores em seus diversificados âmbitos. Saliento que não é objetivo desse artigo abordar sobre todas as greves, até em cumprimento das regras estabelecidas, mas pretendo explanar sobre algumas mobilizações – seja articulações paredistas, sindicais ou cotidianas – dos cocheiros e carroceiros na cidade.

Files (239.9 kB)
Name Size
[45-57] Kívia.pdf
md5:b7515bc6f7cc5b0b5a6307f4f1dd2820
239.9 kB Download
195
168
views
downloads
All versions This version
Views 195195
Downloads 168168
Data volume 40.3 MB40.3 MB
Unique views 178178
Unique downloads 158158

Share

Cite as