Journal article Open Access

Nos trilhos da luta: contradições e conflitos da construção da Ferrovia Transnordestina em Paulistana-PI

Simone Rodrigues da Silva; Antonio Cardoso Façanha

As alterações na materialidade dos territórios, sobretudo quanto às suas infraestruturas de transportes e circulação, trazem consigo conflitos e contradições, pois transformam os lugares e seu tempo, imprimindo novas formas de exploração e relações sociais. Este artigo analisa as transformações territoriais, as contradições e os conflitos decorrentes da construção da ferrovia Transnordestina em Paulistana, Piauí. A pesquisa realizada contou com revisão de literatura, pesquisa documental e de campo, contemplando o município de Paulistana, com a realização de entrevistas em sua sede, na comunidade Quilombola Contente e nos Assentamentos Cachoeira e Malhete. A inserção da ferrovia Transnordestina no Piauí é considerada viabilizadora de grandes projetos de mineração, além de voltar-se ao escoamento da produção do agronegócio. Com esse propósito, o Estado tem promovido transformações nas relações sociais em comunidades cortadas pela ferrovia, provocando conflitos socioterritoriais e explicitando contradições.

Files (663.7 kB)
Name Size
[09-22] Simone Antonio.pdf
md5:9edd1d8de458a755468c0e06eecd57a8
663.7 kB Download
237
173
views
downloads
All versions This version
Views 237237
Downloads 173173
Data volume 114.8 MB114.8 MB
Unique views 210210
Unique downloads 157157

Share

Cite as