Journal article Open Access

DIREITO COMPARADO, TELETRABALHO E REFORMA TRABALHISTA

Giovanna

O presente artigo objetivou a análise da regulamentação do teletrabalho pela “reforma trabalhista”, observando as ocorrências nas condições ambientais laborais e as consequências na saúde física e psíquica do teletrabalhador sob a ótica do direito comparado. A relevância existente neste estudo dá-se ao fato de avaliar a interface e inter-relação entre o trabalho e a tecnologia, através da figura do tele-emprego enquanto modalidade de trabalho à distância. O trabalho pretendeu demonstrar a responsabilidade objetiva do empregador nos acidentes e doenças laborais ocorridos no teletrabalho, bem como concluiu pela a necessidade de interpretação legal pró-empregado e pela necessária adequação e mudança legislativa a fim de melhor vincular o empregador à fiscalização e implantação das condições sanitárias e ambientais no teletrabalho a seu custo. Quanto à metodologia, consistiu primordialmente na revisão sistemática e bibliográfica, de cunho descritivo e exploratório, baseando-se numa abordagem qualitativa, e interdisciplinar-comparativa.

Files (597.2 kB)
Name Size
e20200230.pdf
md5:abec78352725b7e119af2025e986184b
597.2 kB Download
30
16
views
downloads
All versions This version
Views 3030
Downloads 1616
Data volume 9.6 MB9.6 MB
Unique views 3030
Unique downloads 1515

Share

Cite as