Journal article Open Access

Adubos organicos e organominerais como alternativa sustentável para a cultura do milho (Zea mays L.).

Mutumba, Filipe Adriano; Manuel, Ginhas Alexandre; Mateus, Alberto Sili


Dublin Core Export

<?xml version='1.0' encoding='utf-8'?>
<oai_dc:dc xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/" xmlns:oai_dc="http://www.openarchives.org/OAI/2.0/oai_dc/" xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xsi:schemaLocation="http://www.openarchives.org/OAI/2.0/oai_dc/ http://www.openarchives.org/OAI/2.0/oai_dc.xsd">
  <dc:creator>Mutumba, Filipe Adriano</dc:creator>
  <dc:creator>Manuel, Ginhas Alexandre</dc:creator>
  <dc:creator>Mateus, Alberto Sili</dc:creator>
  <dc:date>2020-05-19</dc:date>
  <dc:description>Os fertilizantes minerais para além de apresentarem custos onerosos, quando mal empregues, podem ser agressivos aos solos e ao meio ambiente. Por este motivo, é necessária a avaliação de outras fontes de nutrientes para as plantas. Para o efeito, foi instalado o experimento em condições de campo, com o objetivo de avaliar a eficiência dos adubos orgânicos a base de guano de morcego e o organomineral, resultante da mistura do guano e do fertilizante complexo a base de nitrogênio, fosforo e potássio (NPK), na fórmula-12-24-12, sobre o desenvolvimento e rendimento da cultura do milho (Zea mays L.), submetidas em desenho experimental de blocos completos casualizados, com 4 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos foram, o adubo mineral (NPK, 12-24-12), o guano de morcego, o organomineral, e a testemunha. Os resultados mostram que o guano de morcego proporcionou maior incremento na altura da planta e número de grãos por espiga, enquanto que os maiores incrementos do diâmetro do caule, número de folhas, peso da espiga, peso dos grãos, assim como maior rendimento por área, foram obtidos pelo organomineral. Estes resultados foram alcançados, apesar dos adubos orgânicos apresentarem baixas concentrações de NPK, quando complementados com adubação mineral, promovem efeitos positivos às plantas, uma vez que estas aproveitam melhor os nutrientes através do sincronismo de liberação ao longo do seu desenvolvimento. Concluiu-se que, os adubos orgânicos e organominerais podem ser utilizados como alternativa sustentável para o aumento dos rendimentos na cultura do milho em substituição dos adubos minerais.</dc:description>
  <dc:identifier>https://zenodo.org/record/3833803</dc:identifier>
  <dc:identifier>10.5281/zenodo.3833803</dc:identifier>
  <dc:identifier>oai:zenodo.org:3833803</dc:identifier>
  <dc:language>por</dc:language>
  <dc:relation>doi:10.5281/zenodo.3833802</dc:relation>
  <dc:relation>url:https://zenodo.org/communities/racangola</dc:relation>
  <dc:rights>info:eu-repo/semantics/openAccess</dc:rights>
  <dc:rights>https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/legalcode</dc:rights>
  <dc:source>RAC: revista angolana de ciências 2(1) 230-251</dc:source>
  <dc:subject>adubação orgânica; guano de morcego; milho; organominerais.</dc:subject>
  <dc:title>Adubos organicos e organominerais como alternativa sustentável para a cultura do milho (Zea mays L.).</dc:title>
  <dc:type>info:eu-repo/semantics/article</dc:type>
  <dc:type>publication-article</dc:type>
</oai_dc:dc>
33
16
views
downloads
All versions This version
Views 3333
Downloads 1616
Data volume 10.6 MB10.6 MB
Unique views 2727
Unique downloads 1313

Share

Cite as